§ Friends | Nostalgia [Parte 2]

julho 26, 2009 at 12:22 pm Deixe um comentário

A 2ª Parte do Especial Friends

Sabe a música de abertura? Sabe os 6 amigos juntos conversando, jogando papo para o ar enquanto deveriam estar trabalhando? Sabe as 10 temporadas de “Friends” ? Pois é… Pense bem. Isso tudo não teria existido se não fosse por Monica. Foi por causa dela que Joey virou colega de quarto de Chandler. Foi por causa dela que Phoebe entrou para o grupo que chamamos de “Friends”, por ela que Rachel viveu por 6 anos em sua casa e aprendeu o processo de virar uma adulta – além de nos dar aquele tocante episódio onde Rach vai embora do apt de Monica. E isso não foi segredo para nenhum dos outros cinco. Recorrentemente acabavamos descobrindo que por muitos motivos fora ela que unira todos os outros. E ficava bem óbvio. Se não estivessem trabalhando ou tomando café no Central Perk  estavam eles, se aproveitando na cara dura de Monica. Era a figura chefe do grupo, inconsciente( com a responsabilidade que teve sobre os outros, já dita acima ) e conscientemente ( sua mania incontrolável de ser/querer/tentar sempre a liderança )  . Mas como todo bom cristão ele teve seus defeitos. Homens e Limpeza. Quanto ao sexo oposto a coitada teimava em escolher sempre o errado, mentiroso, em outras palavras, o que não devia. Sobre a limpeza , essa era seu vício que se equiparava à sede de liderança ( alguém se lembra na 7ª temporada do aspirador que limpava um outro aspirador e ela se queixando que deveria ter um outro ainda menor? ) . Mas aos poucos Monica foi conseguindo encontrar um rumo, mesmo que os meios para chegar ao destino final não tenha sido o dos melhores: ficar bebada no 2º casamento do irmão e descobrir (ainda sobre efeito da bebida) que seu grande amor era seu vizinho melhor amigo. Pois é. Ainda lembro da minha cara quando vi os dois saindo de baixo das cobertas se preocupando se Ross os havia visto.O tal romance acabou por resultar numa das melhores histórias ( na minha opinião ) : a trama onde aos poucos cada um ia descobrindo sobre o relacionamento secreto de Monica e Chandler. Joey foi o primeiro ( o que foi uma grande mancada já que ele era a úlima pessoa que saberia guardar um segredo ) , depois foi Rachel ( entreouvindo uma conversa entre o casal – bem picante, alias – ) e por fim foi Phoebe, que foi a grande inventora do jogo sabe-não sabe do episódio “THE ONE WHERE EVERYBODY FINDS OUT” . Foi o episódio em que você simplesmente só deixava de rir em um intervalo máximo de poucos minutos.

Monica e Chandler: “Oh My God! She Knows About us!!!”

Monica e Chandler: “Joey? Do They Know that We Know?. Ah! They don’t Know That We Know That THey Know!”

Rachel e Phoebe: “They don’t  Know That We Know They Know We Know”

Eu não sei com certeza se esse diálogo  continua. Mas se você vissem a dificuldade que eu tive para eu escrever essa parte de tanto que eu ri, saberiam que isso já basta. Depois disso foi tudo flores, ou ao menos pareceu. Assumiram o namoro, todos os outros celebraram, começaram a morar juntos, tiveram uma proposta de casamento emocionate, se casaram ( não comentando Chandler quase fugir do casamento e tentanto provar alguma parentesco com Mònica para não se casarem ). Mas infelizmente teve que ter alguma coisa para atrapalhar. Ambos não podiam ter filhos. Foi difícil ver a hora em que por mais que eles tivessem suporte emocional, aquilo não ajudaria em nada na tentativa de terem filhos. A resposta foi a adoção. Muito choro, drama e dificuldades que não estávamos acostumados a ver em “Friends”, o que pareceu um bofete na gente, já que era quase tudo sempre risadas, piadas e uma atomosfera que geralmente só se chegava no romance e já era o suficiente para nos emocionar. E assim como havia os juntado, agora com a ajuda de Chandler, Monica estava separando algo que durou uma década. Na justificativa de que não queriam criar seu filho na cidade ( mal sabiam que adotariam gêmeos ) eles começam a procurar uma aconchegante casa no subúrbio – não esquecendo de um quarto para o Joey para quando ele ficar velhinho !!!!!  : ) – .

Enquanto Monica e Chandler se preparavam para a mudança, Joey inconformado com a separação do grupo e Ross e Rachel preocupados na ida dela para Paris vimos Phoebe sendo a mais feliz e satisfeita de todos.

Mas ao meu ver ela foi a que mais mereceu o “final-feliz-realmente-feliz”. Viveu numa caixa, era uma ladra aos seus 14 anos, não tem qualquer laço do passado com os outros amigos ( a não ser ter roubado Ross em seus tempos sombrios ) e ser a menos normal do grupo ela realmente mereceu aquilo. Conhecer Michael ( um ricaço que vivia no Upper East Side ), se casar na rua e sobre a neve ( o casamento mais bonito para mim, que ocorreu na derradeira temporada )  e ser “feliz para sempre” com seu marido foi o mínimo que ela podia receber. Só faltou era virar milionária por vender milhões de cópias de seu CD e bater o record na I-Tunes-Store por seu single “Smelly Cat” ; ) . 

PS: Aqui vai o vídeo comprimido do “Aquele em que todos descobrem”, da 5ª Temporada. Para quem não viu, deve perder um pouco a graça, mas para quem já, deve relembrar e morrer de ri…

Destaque para a dança de Phoebe “excitando” o Chandler….

Vlw, pessoal, e até a parte 3!

Por: Michael Oliveira

 

Post Previamente publicado em Vício de Seriados em 1º de Janeiro de 2009

Anúncios

Entry filed under: Uncategorized.

§ DollHouse 1 | 0 – “Echo” [ Original Pilot ] Promo Merlin – 2ª Temporada

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Contador de Visitas

  • 449,434 Visitas

Visitantes Online


%d blogueiros gostam disto: